segunda-feira, 12 de março de 2012

1ª viagem

Depois de muito conversarmos eu e o senhor meu marido, decidimos que ja estava na hora de viajarmos, o problema é que queríamos logo praia. Após comentários e conselhos de alguma amigas sobre os contra de se ir à praia com bebe muito pequeno decidimos viajar para Campo do Meio -MG, minha terrinha natal.
Oh coisa chata que é arrumar a mala, sempre achei mas agora piorou, gente o que levar e se fizer frio e se chover e ficar quante e se alguem ficar doente, como sugestão do Roger fizemos uma lista com tudo que iriamos levar, tudo mesmo as coisinhas mais basicas como fraldas, chupeta, desta forma levamos tudo e juro não esquecemos de nada elas tinham tudo como se fosse em casa, acho que isso ajudou na adaptação.
E lá se foi nós 4 e a sogrinha.
Foi bem melhor do que esperávamos, temíamos que elas estranhassem o clima, muitas horas no carro, as pessoas estranhas, que nada, se adaptaram rapidamente. Ficamos lá por 10 dias e na volta passamos na casa da vovó Raquel e ficamos mais uma semana.
Resultado quando chegamos em casa elas estranharam só queriam dormir comigo, já que na viagem não tinha berço e nem o quartinho delas, hehe elas sabem o que é bom.

Agora umas fotinhas da viagem























Minhas bebes estão crescendo

Agora com 9 meses e meio, elas estão uma fofura cheias de gracinhas e mimos. Já sabem: bater palminhas quando cantamos parabéns pro nene, aprenderam mandar beijo, fazer charminho para pegarmos no colo e birrinhas, esta parte não é muito legal, pois quando querem algo choram para conseguir.
Como são 2 crianças diferentes, relatei acima coisas que as 2 sabem fazer, porém a Pietra sabe balançar a cabeça pra dizer não e não é que a danadinha sempre que faz isso é quando a situação é uma negativa, por exemplo quando vaos dar remedio, papinha ou algo que danadinha não está a fim.
A Nathaly aprendeu dar tchau da tchau para ir embora e também para dizer oi, hehehe é a coisa mais fofa deste mundo.

Só uma mãe de gêmeos sabe

Não sou de ferro e por mais que tento dar uma de super mulher alguma coisa não sai como eu esperava, ou simplesmente não sai, entre muitas, uma delas é o blog. Criei no intuito de compartilhar minhas maravilhosas experiencias com minhas amadas filhas, o problema é que é tão corrido dia e noite que apenas consigo parar das 23:00 às 06:00 da manhã, só uma mãe de gêmeos sabe como é dificil conciliar casa, bebes, marido, finanças etc.
Mas sou brasileira e não desisto nunca, hehehe sempre que conseguir como hoje postarei algo, pois além de compartilhar me faz um bem enorme o blog pra mim é uma distração. Credo ta até parecendo que to arrastando um fardo, não é nada disso, apenas para justificar minha ausência.
Com minhas filhas aprendo que as mehores coisas da vida são na verdade " as pequenas coisas da vida": um olhar meigo, um sorriso sicnero, uma gostosa gargalhada,um abraço, carinho, um charminho pedindo colo, coisas que nada neste mundo e dinheiro nenhum compra!
Amo minha família!